Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Programa convite _GTI_U Católica  de 27Fev Evento

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:47

O CLUB ALFA, Associação sem fins lucrativos, numa nota de imprensa, informa o seguinte:

 

Exmo. Sr. Diretor/a

 

O CLUB ALFA, associação juvenil sem fins lucrativos, pede para informar o público em geral que as atividades que estão anunciadas em cartaz para o próximo domingo, dia 1 de Março, pelas 15 horas, são completamente gratuitas para as crianças (público a quem se destinam).

 

Com os melhores cumprimentos,

Pedro Sousa, Diretor Pedagógico

FLYER_02_A.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:41

1620851_522417887900405_7898797209710327141_n.jpg

BOWLIN

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:28

 

Começa hoje, 25 de fevereiro, a Bolsa de Turismo de Lisboa 2015,

image003.png

 


com término a 1 de março, no Parque das Nações em Lisboa. A Comunidade Intermunicipal do Ave está mais uma vez a marcar presença para divulgar a riqueza dos nossos municípios.

 

Inserida no stand do Consórcio MinhoIN, com a CIM do Alto Minho e a CIM do Cávado, no espaço dedicado à Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal, queremos divulgar as nossas riquezas gastronómicas, o nosso património, as nossas paisagens, a nossa cultura e aproximar o potencial turístico do nosso território aos mercados e agentes do sector turístico.

 

O momento alto da Comunidade Intermunicipal do Ave, inserida em contexto de Consórcio MinhoIN, será amanhã dia 26 de fevereiro pelas 16h00, o dia dedicado ao Minho, que contará com mostras, degustação e muita animação para todos aqueles que nos forem visitar. Ainda, para o dia 26 a CIM do Ave  convida todos os interessados a estar presentes na apresentação da marca “Amar o Minho” e “PROVERE Minho IN: Balanço 2007-2013  e Perspetivas 2014 – 2020”.

 

O Consórcio MinhoIN tem preparadas muitas surpresas: momentos “Minho IN Happy Hour”, envolvendo uma degustação de produtos do Minho acompanhada de provas de vinho verde da região, numa ação de promoção inserida no projeto PROVE MINHO IN, assim como showcooking (demonstração gastronómica) das nossas iguarias e muitas outras surpresas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:27

Armil_BTTDHI_2015.jpg

8 de março

Armil (Fafe) no arranque do Campeonato do Minho de BTT DHI - CISION

 

Armil regressa às competições de Down Hill no próximo dia 8 de março com a realização do 14º BTT DHI Freguesia de Armil / Fafe / Bike Smile promovido em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e Grupo Cultural e Desportivo Restauradores da Granja.

A primeira prova do Campeonato do Minho de BTT DHI - CISION, além das categorias de competição, será aberta à participação de todos os interessados que poderão participar integrados na categoria de promoção.

Promovido com os apoios da Câmara Municipal de Fafe e da Freguesia de Armil, entre outros, o 14º BTT DHI Freguesia de Armil / Fafe / Bike Smile será disputado no Monte de São Salvador na mítica pista de Down Hill que já acolheu diversas competições do Minho, nacionais e internacionais.

A prova incluirá um período para treinos entre as 10h00 e as 12h00, realizando-se uma manga de qualificação às 13h00 e a manga final (sistema de manga única) às 15h00. A cerimónia de entrega de prémios está marcada para as 17h30.

A participação no 14º BTT DHI Freguesia de Armil / Fafe / Bike Smile é gratuita para atletas federados sendo também aberta à participação na vertente de promoção. O secretariado para confirmação de inscrições abrirá às 10 horas e as pré-inscrições devem ser efetuadas através do email geral@acm.pt.

O 14º BTT DHI Freguesia de Armil / Fafe / Bike Smile tem o apoio da Câmara Municipal de Fafe, Freguesia de Armil, Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, Bike Smile, Centro Óptico de Fafe, Fafefuel, Arrecadações da Quintã, Herdmar, Raiz Carisma, POPP Design, Bike Magazine (revista oficial), acmTV (www.acmtv.pt), Polícia Municipal de Fafe e Bombeiros Voluntários de Fafe.

A última vez que Armil acolheu uma competição oficial de Down Hill foi em 2012 altura em que o espanhol António Ferreiro (Lanzala Bike C.) venceu de forma incontestável o 13º BTT DHI Cidade de Fafe, segunda prova do Campeonato do Minho de BTT Down Hill - Cision.

Com bastante público a assistir, a emoção e o espetáculo foram tónicas dominantes da prova disputada por 158 atletas na renovada e muito elogiada pista de Armil. António Ferreiro (Lanzala Bike) dominou em absoluto, superiorizando-se ao vencedor da Taça de Portugal de 2011, Cláudio Loureiro, e ao Campeão do Minho, Joel Ferreira. Ferreiro registou o melhor tempo na descida de qualificação (02:23.322) e não deixou margens para dúvidas na manga decisiva, terminando a prova com o tempo de 02:15.607. Numa tarde com o tempo ameaçador, em que acabou por não chover, Cláudio Loureiro (Team Transition / SRAM) foi segundo na categoria de elites com o tempo de 02:27.519, enquanto Joel Ferreira (Restauradores da Granja - Centro Óptico de Fafe) ficou na terceira posição com um registo próximo de Loureiro (02:28.324).

Os restantes vencedores foram Rafael Sousa (BTT Alfenense / LongusBike) em cadetes, José Vasconcelos (AD Jorge Antunes) em juniores, Filipa Peres (BTT Alfenense / LongusBike) em femininos, Ricardo Soares (AD Jorge Antunes) em veteranos A, Joaquim Dias (MC Felgueiras/ Lusquinhos Team) em veteranos B+C e José M. Machado na vertente de promoção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:24

FLYER_02_A.jpg

http://www.academiaclubalfa.pt.vu/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:54


FotoReportagem: "Neon Party" na Zona Bowling

por JORNALdeFAFE, em 24.02.15

rp-zb.jpg

 Rp - "NEON PARTY" na Zona Bowling Fafe

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:50


CICLOTURISMO E BETETISMO

por JORNALdeFAFE, em 24.02.15

unnamed.jpg

 FAFE NO INÍCIO DA ÉPOCA DE CICLISMO DE ESTRADA DE CADETES: A época desportiva de ciclismo de estrada para a categoria de cadetes arranca no dia 14 de março com a realização do Prémio Cidade de Fafe, uma organização da Associação de Ciclismo do Minho com o apoio da Câmara Municipal de Fafe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:39


ASSEMBLEIA MUNICIPAL, SEXTA, 21H

por JORNALdeFAFE, em 24.02.15

edital.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34

image001.jpg

 

Este sábado, 28 de fevereiro, às 22h00, o Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, recebe o extravagante espetáculo de John Romão, “Teorema”. Acompanhado por 12 skaters e um acordeonista em palco, o ator e encenador John Romão cria um espetáculo de teatro em que a palavra é suplantada por uma experiência visual e sonora, enigmática e iconográfica, elegíaca e apocalíptica.

 

“Teorema” é inspirado numa obra fundamental do cinema europeu, o filme (e texto) homónimo de Pier Paolo Pasolini, assim como reflete sobre a hipótese de encenação da morte do autor. Seguindo os passos de Pasolini, que sempre trabalhou com os marginais do subproletariado urbano e rural do país, John Romão convocou performers que também pertencem à rua, mas num contexto de contemporaneidade: jovens skaters, numa tentativa de reconfiguração do sentido do sagrado. As relações entre eles são de tensão, domínio e submissão e carregadas de uma atmosfera erótica e sacralizada, tão própria de Pasolini.

 

A queda do sentido do sagrado na contemporaneidade inaugura a procura de uma nova relação com o real. Declarar um objeto como um enigma onde o sagrado está camuflado ou em iminente explosão, é chamar a atenção para o seu mistério e razão de ser. A narrativa que Pasolini experimenta neste texto e filme, através de uma linguagem não verbal e no esplendor do seu conceito de “cinema de poesia” (um cinema que se opunha ao cinema de massas), torna possível a síntese na criação “Teorema” de John Romão. No espaço cénico, que alude a um certo realismo, o conforto e a segurança de uma casa, que logo será invadida pelos “estrangeiros”, há diálogos breves em tom cinematográfico entre John Romão e os seus hóspedes-skaters, mas a maior parte da comunicação faz-se de modo não verbal, através dos planos da fisicalidade e da interioridade, a “linguagem silenciosa da ação”.

 

Em “Teorema”, aborda-se a questão do sagrado na contemporaneidade com a presença de um grupo de skaters que, através de um trabalho de ficção visual de hierofanização, adquirem novos significados, porém não totalmente desvinculados da sua natureza. Os skaters, para além das suas caraterísticas que se podem relacionar com a simbologia do universo católico (a dor física das constantes quedas e a dor, o sangue, a tábua de madeira), são também figuras quotidianas, banais, eróticas, emblemáticas do nosso tempo. Estes corpos trabalham numa ininterrupta ligação da terra com o céu, o salto no vazio como metáfora para atingir o desconhecido. São também corpos que desencadeiam o desejo e, nesse sentido, reforçam a ideia de carnalidade no espetador.

 

Em cena, confrontamo-nos com corpos jovens que já adotaram os valores do poder capitalista, corpos políticos que se manifestam através da radicalidade da sua própria atividade, corpos que nos remetem para uma nova iconografia contemporânea. Skaters como uma hierofania mas também como a simples presença da violência no corpo contemporâneo. Um corpo que nos distancia por momentos da virtualidade, porque cai, se fere e sangra, e rejuvenesce incessantemente. São corpos que “caem no real”.

 

Gala Drop visitam o Café Concerto do CCVF para apresentar o álbum “II”, que conta com a participação de Jerry the Cat

 

Na sexta-feira, 27 de fevereiro, a partir da meia-noite, o Café Concerto do Centro Cultural Vila Flor agita-se com o concerto dos Gala Drop. “II” é o título do mais recente álbum dos Gala Drop, sucessor de “Broda”, que conta com a participação de um nome de peso, Jerry the Cat. Este músico, oriundo do tecnho de Detroit, junta-se ao grupo para uma celebração a um ecletismo musical. Tecedores de uma música original fascinante, inspirada pela inesgotável riqueza dos campos do rock e da música eletrónica, para além da transumância afetiva África - Jamaica celebrada desde o início na identidade da banda, todo o seu caminho até hoje parecia fadado a chegar a “II”. A força da imaginação convertida em música que, quando se ouve, permite sentir a destilação de um projeto trabalhado a sangue, suor e lágrimas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:29

Pág. 1/5




Like box


Mais sobre mim

foto do autor




calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


subscrever feeds