Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



23316382_10214135854968788_5430643958508192880_n.j

 

23244565_10214135854088766_5261581136464044512_n.j

 fotos de Diogo Filipe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:35

14045594_Alm5y.jpeg

Foto com DR

António Soares e Maria Soares dizem que têm direito a uma suite no Lar de Silvares. Padre Adelino Marques confirma, mas para usufruir do mesmo terão de se instalar.

Nas informações recebidas, António Soares quer ter a suite ao seu inteiro dispôr mesmo sem ser utente, mas as regras da Segurança Social não permitem tal situação.

A discórdia já provocou o afastamento do páraco para outras paragens, o que acontecerá em Setembro/Outubro. Já António Soares é novamente candidato à Junta de Silvares.

Será que António Soares quer ter o lugar vago no lar caso não ganhe as eleições?

1.jpg

 

2.jpg

 

3.jpg

 

4.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:36

19429792_1378468232200635_56878363532616906_n.jpg

 

19424545_1378468258867299_6280558794869294953_n.jp

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

Um pequeno empresário de Braga irá pagar mais 23% pelo seu seguro automóvel de danos próprios do que um empresário açoriano (e mais 5% em comparação a um empresário de Lisboa), revela estudo da plataforma gratuita de comparação de produtos financeiros ComparaJá.pt.

De forma a apurar quais as diferenças no prémio do seguro em função do distrito de circulação, o portal

Seguro Automóvel - ComparaJá.pt.jpg

 

independente analisou a oferta da Allianz, Caravela, NSeguros, Liberty, Lusitania e Tranquilidade, seguradoras que detêm quase metade da quota deste mercado no nosso país. As conclusões apontam para uma disparidade de até 452€ no custo anual, sendo Braga e Porto os distritos onde os prémios são mais elevados. É nos Açores que os preços são mais reduzidos.

 

A análise do ComparaJá.pt teve como base uma Renault Kangoo, carro que liderou o top de vendas no segmento dos comerciais ligeiros em 2016, e foi desenvolvida a partir do caso de um pequeno empresário (canalizador) de 45 anos de idade que tem carta há 25 anos e que não registou qualquer sinistro nos últimos cinco anos.

 

Esta plataforma online fez a comparação do prémio do seguro automóvel de danos próprios para o mesmo perfil tendo como única variante a localidade de circulação. Assim, a Lisboa, Porto, Braga, Aveiro, Setúbal e Faro, os seis distritos que contavam com o maior número de empresas registadas no início deste ano, foram adicionadas as regiões autónomas da Madeira (Funchal) e dos Açores (Ponta Delgada) de forma a aferir as diferenças de custos consoante a localidade de circulação.

 

 

Ilhas e Sul com prémios anuais mais favoráveis

 

De acordo com a análise do portal gratuito de comparação financeira, existe uma tendência entre todas as seguradoras escrutinadas em praticarem preços mais competitivos em Ponta Delgada, Faro e Funchal, cujas médias de prémios anuais que o pequeno empresário teria de pagar seriam de 542, 546 e 560 euros, respetivamente.

 

Opostamente, entre os distritos cujos prémios anuais são mais elevados podem encontrar-se Braga, Porto e Lisboa. De acordo com as contas do ComparaJá.pt, nestas regiões o pequeno empresário teria de desembolsar uma média de 664, 654 e 634 euros, respetivamente.

Tabela Seguro Automóvel - ComparaJá.pt.png

A densidade do parque automóvel e a correspondente exposição ao risco e sinistralidade é claramente um dos fatores que sugere o agravamento dos prémios de seguro automóvel, existindo uma visível tendência para que este fator se agudize à medida que caminhamos para norte no mapa”, explica Miguel Mamede, responsável pela área de seguros do ComparaJá.pt, referindo ainda que “por oposição, o Sul e as Ilhas, representados na análise por Faro, Ponta Delgada e Funchal, são as regiões em que os prémios anuais são mais competitivos”.

 

O facto de os prémios anuais serem mais elevados no distrito de Braga em todas as seguradoras, quando comparados com todos os outros distritos, leva-nos a inferir que a experiência das seguradoras é comum neste distrito, independentemente da sua representatividadeEste facto é extensível ao Porto, distrito em que os prémios são, em média, quase 23% mais gravosos do que em Ponta Delgada”, conclui o responsável do ComparaJá.pt.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:40

16265712_1412328218799040_2491537576917574438_n.jp

Na página de facebook da revista FACTOS pode ler-se uma mensagem de Carlos Afonso, Diretor da Revista, que anuncia a interrupção de publicação.

 

“FACTOS, FAFE EM REVISTA”, UM SONHO INTERROMPIDO…

Em todas as caminhadas há momentos, e mesmo que isso nos custe, em que é necessário parar para, de uma forma mais positiva e clara, num outro momento, quando a maré estiver mais de feição, continuar a busca da meta ansiada.
Durante sete meses, e com eles sete edições da FACTOS vieram a público, numa forma inovadora, atraente, variada, viva, verdadeira e independente, sempre com Fafe no coração.
Movidos de um espírito empreendedor e sincero, envoltos na máxima “De Fafe, com Fafe e para Fafe”, um grupo de pessoas trabalhou, ao longo deste tempo, com garra, determinação, sacrifício, engenho, coração e alma para que, no final de cada mês, a FACTOS se mostrasse. Foi, de facto, este grupo maravilhoso de pessoas que contribuiu para o sucesso da revista.
Se o empenho de toda uma vasta equipa, conduziu a que a FACTOS seguisse, positivamente, o seu caminho, o seu êxito também se fica a dever a um concelho inteiro que sempre olhou para a FACTOS com simpatia e esperança, recebendo-nos no seu seio com alegria, colaboração e amizade. Era, de facto, um gosto, trabalhar neste projeto, apesar dos contratempos que iam surgindo.
Cientes de que a FACTOS ainda tem muito para caminhar e crescer, é com muita pena que somos obrigados a parar este projeto necessário para Fafe e para os fafenses, mas, neste momento, não estão reunidas as condições necessárias para continuar. Num futuro próximo, talvez isso venha acontecer.
Agradecidos a todos os que connosco trabalharam, despedimo-nos com amizade e orgulho pelo trabalho realizado.
Obrigado

Carlos Afonso

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30


Exposição Canina em Fevereiro no Multiusos

por JORNALdeFAFE, em 19.01.17

16143343_1252817701466219_7260647206488939692_n.jp

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01

A Sol-do-Ave, Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave, Entidade Gestora Intermédia para o Vale do Ave, da Medida 10.2. Implementação das Estratégias do PDR 2020 informa que foi prorrogado o prazo de apresentação de candidaturas para a seguinte ação:

Ação 10.2.1.3 – Diversificação das Atividades na Exploração Agrícola

De 3 de Outubro de 2016 a 31 de Janeiro de 2017

 

O anúncio de abertura de candidaturas e demais informação relevante, estão disponíveis no portal do PORTUGAL 2020, em www.portugal2020.pt, no portal PDR 2020 em www.pdr- 2020.pt e no sítio do GAL em www.soldoave.pt, podendo ainda ser obtidos esclarecimentos

junto do GAL Rural Sol do Ave através do endereço desenvolvimentorural@soldoave.pt ou pelo telefone 253512333, ou nas instalações da Sol do Ave, na Rua do Pombal, 386, 4800-023 Guimarães

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:36

Campanha de Recolha de Alimentos do Banco Alimentar de Braga – 3 e  4 de Dezembro

Realiza-se nos dias 3 e 4 de Dezembro (sábado e domingo) mais uma Campanha de Recolha de Alimentos do Banco Alimentar Contra a Fome. Durante estes dias, os cidadãos do distrito de Braga terão a oportunidade de contribuir com a doação de alimentos (em cerca de 100 supermercados espalhados por todo o distrito) e com o seu tempo, como voluntários, numa iniciativa que vai mobilizar aproximadamente 3000 participantes.

No ano de 2015, com a generosidade de cidadãos e empresas, foi possível apoiar 68525 Pessoas, com 2633 toneladas de alimentos.

unnamed.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02


PORTUGAL 2020: Candidaturas abertas

por JORNALdeFAFE, em 04.07.16

Sem título.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:48

Na Campanha de Recolha de Alimentos do Banco Alimentar Contra a Fome de Braga deste fim-de-semana (28 e 29 de maio) foram angariados 131.4 toneladas de alimentos, que vão ser distribuídos por 479 Instituições Particulares de Solidariedade Social, a cerca de 70 000 mil Pessoas do distrito de Braga. Esta campanha decorreu em cerca de 100 supermercados e mobilizou aproximadamente 2500 voluntários, em todo o distrito.

 

Vimos sugerir a divulgação destes números, que resultam de diversos apoios, que muito agradecemos: os doadores dos alimentos e voluntários que colaboraram na recolha, transporte, triagem e armazenamento dos produtos doados pelos cidadãos, mas também, e não menos importante, os vários beneméritos, particulares e empresas, que, ao longo de todo ano, tornam possível, com a doação de bens e serviços, o funcionamento do Banco Alimentar de Braga. Agradecemos igualmente a todos os órgãos de comunicação que colaboram graciosamente na divulgação deste projeto de consciente responsabilidade social.

A todos e a cada um, o nosso muito obrigada.

Relembramos ainda que até ao próximo dia 5 de junho (domingo) decorrem ainda a Campanha de Doação Online(através do site http://www.alimentestaideia.net) e a Campanha "Ajuda Vale" (nas lojas das várias cadeias de supermercados e hipermercados a operar no distrito).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07



Like box


Mais sobre mim

foto do autor




calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D