Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Bagaço do Vade - brinde.jpg

Tarde de festa está agendada para 29 de janeiro no Vade, com muita animação popular. Sopas de burro cansado são outra das atrações, a par do bagaço local e petiscos.

 

A União de Freguesias do Vade, no concelho de Vila Verde, organiza no próximo dia 29 de janeiro o primeiro Festival do Vinho do Vade. Envolta em grande animação popular e forte mobilização de movimentos associativos e produtores locais, a iniciativa promete assumir-se como um evento de referência e afirmação da região.

O vinho das terras do Vade é o produto-âncora que o presidente da União de Freguesias, Carlos Cação, quer aproveitar como fator de valorização e dinamização da economia local.

Conforme explica o autarca, trata-se de um vinho de características únicas e valorizado pela textura e sabor moldados pelas expressivas encostas solarengas desta região, situada nos limites dos concelhos de Vila Verde e Ponte da Barca.

É este contexto geográfico, aliado à qualidade das vinhas e ao saber das tradições agrícolas específicas desta região, que se atribui a diferenciação do vinho tinto do Vade, que se distingue também por atingir níveis mais elevados de álcool, comparativamente com o que normalmente acontece com os vinhos verdes.

Ao lado dos diferentes produtores de vinho das terras do Vade, as famosas “sopas de burro cansado” – com broas feitas ao forno no local – serão uma das variadas atrações do festival, que vai decorrer ao longo da tarde de domingo do próximo dia 29, no Pavilhão Multiusos do Vade.

Com as típicas tigelas de barro artesanais, os visitantes vão ter a oportunidade de provar do vinho produzido por agricultores locais. Vão igualmente ser servidos variados petiscos e o bagaço típico da região.

Com entrada livre e animação ao som de música folclore e concertinas, o Festival incluirá ainda espaços de promoção de produtos locais, envolvendo movimentos das cinco freguesias que compõem o território do Vade:  Atães, Codeceda, Covas, Penascais e Valões.

«É uma aposta para ajudar à dinamização económica e também social deste território. Aproveitando as marcas da nossa identidade muito própria, as nossas raízes e as nossas tradições, queremos valorizar e rentabilizar as nossas potencialidades e aquilo que temos de melhor. Estamos num território com muitas dificuldades, de baixa densidade populacional, deslocado dos grandes centros urbanos e de acessibilidades difíceis, mas que tem potencialidades e marcas muito próprias que nos permitem distinguir pela diferenciação como um espaço de qualidade, de gente que sabe fazer e com produtos únicos. No Festival do Vinho do Vade é isso que pretendemos mostrar, num evento de grande festa, aberto e com muita animação.» – assume o presidente da União de Freguesias do Vade, Carlos Cação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59




Like box


Mais sobre mim

foto do autor




calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D