Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



UcraniaSolid28.jpg

 

Ucranianos e minhotos juntos

em solidariedade com a Ucrânia

 

Eurodeputado José Manuel Fernandes salienta importância da diversidade na União Europeia

 

Numa noite de emoções fortes, ucranianos e portugueses juntaram-se num espectáculo de beneficência e sensibilização social a favor do drama das populações da Ucrânia. Durante cerca de três horas, pessoas de diferentes gerações, dos mais novos aos mais adultos, demonstraram no palco do auditório municipal Galécia, em Maximinos, Braga, como povos de culturas e tradições diferentes podem conviver e tornarem-se mais fortes.

Teatro, declamações de poesia e canções de diferentes estilos da Ucrânia, assim como o folclore português, marcaram na noite de sexta-feira o evento ‘Solidariedade Ucrânia’, promovido pela comunidade ucraniana em conjunto com a União de Freguesia de Maximinos, Sé e Cividade, o Europe Direct e o eurodeputado José Manuel Fernandes. No evento, além de representantes da embaixada ucraniana, marcou igualmente presença o vice-presidente da Câmara, Firmino Marques.

“A União Europeia, como espaço de liberdade e tolerância, paz e democracia, tem demonstrado que a diversidade é que nos torna mais fortes e nos valoriza neste mundo global. E nessa tarefa, todos somos importantes e devemos dar o nosso contributo”, afirmou José Manuel Fernandes, dando conta de ter vivido uma semana particularmente especial devido a duas mensagens muito profundas expressas no Parlamento Europeu.

O eurodeputado referiu-se às mensagens expressas em Estrasburgo pelo Papa Francisco, em defesa da dignidade humana, independentemente da origem religiosa, cor ou nação, e pelo médico congolês Denis Mukwege, que recebeu o Prémio Sakharov 2014 e que tem trabalhado em defesa das mulheres vítimas de violência sexual.

“Mostram que estamos num mundo com problemas, mas que devemos ter esperança neste mundo onde todos somos importantes para ajudar a tornar melhores a vida das pessoas”, apontou o Eurodeputado, frisando que “a solidariedade pratica-se, não se pregoa”.

A capacidade de socialização da comunidade ucraniana e o contributo dos imigrantes para a valorização e desenvolvimento das nossas comunidades locais foram destacados pelo presidente da Junta de Maximinos, Sé e Cividade, Luís Pedroso, no que foi secundado por Abrão Veloso, do Team Europe, confiantes no “efeito multiplicador destas pequenas coisas que podemos fazer a favor de pessoas que sofrem, não apenas do frio, mas também de uma guerra que não pediram”.

Mentor da iniciativa, o padre ortodoxo Vasyl Bundzyak manifestou, em tom emocionado, o “profundo agradecimento” pelo contributo de todos que o ajudam “a fazer alguma coisa pelos irmãos ucranianos”, tendo ainda aproveitado para entregar uma lembrança da sua Igreja ao eurodeputado José Manuel Fernandes, lembrando também a iniciativa para questionar a comissão Europeia quanto a medidas concretas, além do fornecimento de gás natural, que ajudem as populações a resistir aos efeitos do frio e da guerra na Ucrânia.

No final, ucranianos e minhotos – nomeadamente a Associação Cultural e Festiva “Os Sinos da Sé” – juntaram-se no palco para a dançar o ‘vira’ e, depois, a cantar o ‘We Are The World’ de Michael Jackson e Lionel Richie.

UcraniaSolid75.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:05

image008.jpg

 

No âmbito da segunda edição do Concurso de Ideias e Empreendedorismo Social 2014, foram aporadas três ideias vencedoras, de projetos com cariz social. São elas: For3ver Special – Associação sem fins lucrativos; Mala Generosa – ‘Generosidade em Cadeia’; e Plataforma de Gestos da Língua Portuguesa.

 

A Comunidade Intermunicipal do Ave organizou o concurso, em parceria com a ESLIDER, e contou com a presença de três elementos do júri: Domingos Sousa, Dirigente no Instituto de Emprego e Formação Profissional; Paulo Mourão, Professor Auxiliar do Departamento de Economia da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho; e Paulo Costa Pinto, representante da Comunidade Intermunicipal do Ave

 

A CIM do Ave tinha como objetivo fomentar a criação e a consolidação de iniciativas inovadoras com missão social, potenciando o espírito empreendedor e incentivando a inovação social como um dos caminhos para o desenvolvimento territorial.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:42


Like box


Mais sobre mim

foto do autor




calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


subscrever feeds