Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





I Semana Solidária IESF, 19 e 20 de Maio

por JORNALdeFAFE, em 29.04.15

iesf.jpg

Os alunos e as professoras do 6º semestre, do 1º ciclo de estudos de Educação Social Gerontológica, do Instituto de Estudos Superiores de Fafe – Escola Superior de Educação de Fafe, realizarão, nos dias 19 e 20 de maio de 2015, a Semana Solidária IESF, constituída por um seminário intitulado “Práticas e projetos socioeducativos no terceiro setor” e pela I Feira Social IESF. 

Informações:

- I Semana Solidária IESF, terá lugar, nos dias 19 e 20 de maio de 2015, nas instalações do Instituto de Estudos Superiores de Fafe, e todos os eventos a ela associados são totalmente gratuitos. Este evento é aberto a toda a comunidade;

- Dia 19 terá lugar o seminário "Práticas e Projetos Socioeducativos no Terceiro Setor", que contará com a presença de oradores luso-espanhóis;

- Nos dias 19 e 20 terá lugar a I Feira Social IESF que pretende divulgar as IPSS da região do Ave. As inscrições para a Feira encontram-se abertas e limitadas aos expositores existentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20

1560661_959614747406204_256756440600384825_n.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46

Imagem_591_0001.jpg

“Estou firmemente ao serviço de Fafe, ao serviço de uma causa que acredito, determinado a fazer o melhor por esta terra”. Foi desta forma que Raul Cunha se dirigiu aos fafenses na cerimónia que evoca mais um aniversário do 25 de Abril."

Informação em Município de Fafe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:15

image002.jpg

No próximo sábado, dia 02 de maio, às 22h00, o Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, é palco para a antestreia do novo álbum de Cuca Roseta. Antecipando a saída do seu novo disco, “Riû”, a 18 de maio, Cuca Roseta vem ao CCVF desvendar pela primeira vez, e ao vivo, alguns dos segredos deste novo trabalho, passando igualmente pelos temas mais marcantes da sua carreira.

 

Cuca Roseta visita Guimarães para apresentar o seu terceiro disco. Depois de um primeiro álbum homónimo, produzido pelo conceituado Gustavo Santaolalla, Cuca lançou um segundo trabalho, “Raiz”, onde escreve e compõe quase a totalidade do disco. Agora, com o terceiro disco, atinge uma maturidade mais plena ao lado do produtor brasileiro Nelson Motta, que já trabalhou com Elis Regina, Marisa Monte e Daniela Mercury. Iniciando no Centro Cultural Vila Flor uma nova tour e depois de um ano cheio de sucessos e inúmeros concertos em Portugal e no estrangeiro, a fadista regressa a Guimarães para uma noite que promete ser inesquecível. Uma oportunidade única para escutar uma das mais marcantes vozes da nova geração do Fado.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:14


Festa do 10º Aniversário da Zona Bowling Fafe

por JORNALdeFAFE, em 21.04.15

17625_956787751022237_4013798638444076241_n.jpg11149252_956787537688925_1495046445935700353_n.jpg

 10430053_956780584356287_4859076990602117022_n.jpg10659284_956776341023378_4063986677451930845_n.jpg11008459_956788984355447_8258001469940545695_n.jpg

 10985433_956782161022796_6862790350877566221_n.jpg10421385_956811197686559_5763226713116718700_n.jpg

 

11017475_956783527689326_804405434250416316_n.jpg11060321_956782474356098_6260014132898655439_n.jpg

 

11150154_956776604356685_1756688962109072910_n.jpg11110759_956776407690038_5934478103180046933_n.jpg11167785_956806934353652_1761994269050508127_n.jpg11156412_956807281020284_5592511229917594514_n.jpg11067483_956807974353548_603843949461851945_n.jpg11164666_956804937687185_8404605047477460700_n.jpg

12892_956804581020554_6075568204635054344_n.jpg

Zona Bowling - 10º Aniversário

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:17

O Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), conhecido por Plano Juncker, foi hoje aprovado no Parlamento Europeu pelas Comissões dos Orçamentos e dos Assuntos Económicos e Monetários, com 69 votos a favor, 13 votos contra e 6 abstenções.

José Manuel Fernandes, relator da comissão dos orçamentos, sublinha que ficou demonstrado que “o Parlamento Europeu quer este fundo e está determinado a assegurar todas as condições para que entre rapidamente em execução, com o objectivo de promover o emprego e o crescimento.

Recorde-se que o Plano Juncker prevê mobilizar 315 mil milhões de euros, sendo 240 mil milhões de euros para investimento e 75 mil milhões de euros para o apoio às empresas, nomeadamente às PME`s.

Do processo de elaboração do relatório sobre o FEIE, que contou com 3.539 propostas de emendas, destaca-se o facto de o relator José Manuel Fernandes ter visto todas as suas propostas de alteração serem aprovadas, incluindo a defesa da coesão social e territorial e a atenção às falhas e fragmentação dos mercados financeiros, o que permite“reforçar os projectos de países como Portugal”.

Do relatório do eurodeputado português, sublinham-se ainda os contributos para “reforçar a credibilidade, a garantia e a confiança do Plano”, nomeadamente ao propor que este seja “irrevogável e incondicional”. Além disso, o Plano compreende a possibilidade de “territórios em maiores dificuldades financeiras terem uma atenção especial."

De acordo com José Manuel Fernandes, o FEIE “constitui uma oportunidade que se adiciona e complementa os fundos europeus já existentes e que Portugal vai aproveitar".            

O Eurodeputado do PSD e coordenador do PPE na comissão dos Orçamentos salienta ainda o facto de ter sido conseguido o objectivo do Parlamento Europeu reduzir ao máximo o impacto do financiamento do fundo de garantia do FEIE através do recurso a dotações do Horizonte 2020 e do Mecanismo Interligar a Europa.

No seu entender, “o fundo de garantia do FEIE deve ser construído anualmente, tal como já acontecia com a proposta da comissão, mas sem cortar ‘a priori’ programas importantes como o Horizonte 2020 e o Mecanismo Interligar a Europa”. Em alternativa, propõe “o recurso às margens não utilizadas do orçamento comunitário anual da UE”, devendo também ser usada a flexibilidade. Ao mesmo tempo fica garantido que “os programas que sejam utilizados para financiar o fundo de garantia sejam repostos na revisão do quadro financeiro plurianual que vai acontecer em 2017 e que seja igualmente usado o excedente orçamental e os proveitos do FEIE”.

Foi também aprovada a proposta para a criação de uma plataforma de aconselhamento financiada pelo orçamento da UE e sem custos para os beneficiários, com o objectivo de ajudar as regiões com mais dificuldades.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06

Exposições de Vasco Araújo e José de Guimarães no Centro Internacional das Artes José de Guimarães

image003.jpg

 

Este sábado, dia 25 de abril, às 18h00, o Centro Internacional das Artes José de Guimarães inaugura o seu 2º ciclo expositivo de 2015. As exposições de Vasco Araújo “Demasiado pouco, demasiado tarde” e de José de Guimarães “Pintura: suites monumentais e algumas variações” são as novas mostras que vão habitar o CIAJG até 05 de julho.

 

Vasco Araújo volta a expor no Centro Internacional das Artes José de Guimarães, depois de ter integrado uma remontagem da exposição “A Composição do Ar”, no final do ano passado, com a série “Botânica”. O trabalho deste artista tem incidido de forma sistemática sobre a história do colonialismo europeu e os seus efeitos tragicamente duradouros do ponto de vista das dinâmicas relacionais de poder e submissão entre homens de diferentes lugares e diferentes culturas.

 

O artista traz para o seu terreno de investigação ferramentas e dados usados e recolhidos por outras disciplinas, tais como a História, a Antropologia, a Sociologia, para construir narrativas que se materializam em filme, escultura, pinturas e peças sonoras. Com a inauguração desta exposição individual de Vasco Araújo, “Demasiado pouco, demasiado tarde”, o CIAJG continua e aprofunda a sua vocação de perscrutar e revisitar um ponto de vista simultaneamente poético e crítico, empático e distanciado, as tensões, os desejos, os afetos ou as angústias que os objetos corporizam e transportam e aquilo que revelam dos homens e da história que constroem.

 

O 2º ciclo expositivo do CIAJG é ainda marcado por uma exposição de pintura de José de Guimarães, conceituado artista nascido na cidade e que empresta o seu nome a este espaço. No contexto da obra heterogénea de José de Guimarães a pintura emerge como o principal continente, o território de onde tudo parte e aonde tudo chega. Trata-se de uma produção imensa, plural nos formatos e suportes, marcada pelas diversas incursões que o artista tem feito pelas mais distantes regiões do mundo. 

 

Esta exposição, que inaugura no próximo dia 25 de abril, às 18h00, dará particular destaque ao período angolano, um dos mais estimulantes de todo o percurso de José de Guimarães, reunindo um conjunto de trabalhos produzidos entre 1967 e 1974 que remetem para uma prática expandida da pintura, em termos de suportes, técnicas e materiais, mas sobretudo pelo seu forte pendor experimental e crítico, operando, então, uma inédita e idiossincrática síntese entre a arte popeuropeia e os signos que aprendia no seu contacto com a cultura africana.

 

Neste contexto, mostraremos vários trabalhos que faziam parte da mítica exposição que realizou no Museu de Luanda, em 1968, seguramente a primeira mostra relevante do autor, e as séries das "máscaras" e dos "feitiços", realizadas no início da década de 70, entre 1971 e 1973, já claramente marcadas pelos novos códigos linguísticos que seriam plasmados no seu "alfabeto africano", realizado no mesmo período, e que viriam a ser apresentados na galeria Dinastia, no Porto, em 1974. Contrastando com os pequenos e médios formatos apresentados neste primeiro núcleo, a segunda parte da presente exposição é constituída por pinturas de grandes dimensões reunidas sob o signo do desastre e sob o tema "Impérios do Fim". Com mais uma exposição monotemática dedicada ao trabalho de José de Guimarães, o CIAJG prossegue uma das linhas da sua missão: revisitar, reler e reapresentar a obra de um autor central do panorama artístico em Portugal, a partir do significativo espólio reunido nas suas reservas.

 

Às 16h00, a anteceder a inauguração das exposições, está ainda agendada uma conversa no âmbito da exposição individual de Vasco Araújo que contará com a presença de Isabel Carlos (Diretora do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa), Inês Valle (curadora da Bienal de Lagos, Nigéria), Vasco Araújo (artista), José de Guimarães (artista e colecionador) e Nuno Faria (curador da exposição e Diretor Artístico do CIAJG).

 

Para além das novas exposições de Vasco Araújo e José de Guimarães, relembramos que poderá também (re)visitar as exposições patentes no piso 1 do CIAJG: “A Composição do Ar: coleção permanente e outras obras” e “Rituais com Máscaras: um face-a-face”, uma mostra de máscaras da coleção de arte africana de José de Guimarães e dos ciclos de inverno de Trás-os-Montes, realizada em parceria com o Museu de Abade de Baçal, em Bragança. O CIAJG encontra-se aberto ao público de terça a domingo, das 10h00 às 19h00. Aos domingos de manhã, a entrada nas exposições é livre.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02

PLANO DE EXPANSÃO EM TERRITÓRIO NACIONAL PREVÊ A ABERTURA, NOS PRÓXIMOS MESES, DE NOVAS UNIDADES DE DESENVOLVIMENTO EM AVEIRO E FARO
 
  A ITSector, empresa de base tecnológica especialista no desenvolvimento de soluções de sistemas de informação para o setor financeiro, acaba de se instalar na cidade de Braga, onde inaugura hoje uma unidade situada no centro da cidade e que se vai centrar no desenvolvimento de software e inovação.

Situado na rua Padre António Vieira, o 'Centro de Tecnologias Avançadas de Braga' (CTAB) ocupa uma área de 500m2 e vai contar, numa primeira etapa, com 20 colaboradores.

"Braga possui uma forte componente de investimento em inovação e tecnologia, com um conjunto grande de empresas que apostam em desenvolvimento nestas áreas. Para alé disso, possui um vasto número de licenciados capacitados para trabalhar nas áreas tecnológicas a que nos dedicamos", refere Filipe Catalão, diretor da ITSector.

O mesmo responsável revela que, a curto prazo, o Grupo ITSector vai alargar a sua presença geográfica em território nacional.

"Nos próximos meses vamos também abrir unidades de desenvolvimento em Aveiro e em Faro, sendo que, em Portugal, estamos já presentes em Lisboa e no Porto, onde se encontra a sede do Grupo ITSector", reforça Filipe Catalão.

Recorde-se que recentemente, em fevereiro, a ITSector lançou uma campanha de recrutamento para Porto e Lisboa, com vista à contratação de 70 licenciados, reforçando assim um quadro que contava já com mais de 250 colaboradores.

Fundada em 2005, a ITSector mantém parcerias estratégicas com algumas das mais conceituadas empresas mundiais de software, como a Microsoft, Google e IBM, estando presente em mercados como Polónia, França, Reino Unido, Moçambique e Angola.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:01

transferir.jpg

 

 «Com as obras quase concluídas, a população local e a Atriumemória, associação que se dedica à defesa do património local, mostram-se chocadas com as guardas ali colocadas, em granito»…

«… O Vereador Vítor Moreira, responsável político pela obra, admitiu que “por ser nova” a pedra colocada na ponte possa “chocar nesta altura” mas com o tempo ficará idêntica há já existente”»…

 

 

 

11149261_1114787128546742_4534397244732887849_n.jp

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00

409_405_logoPortugal2020.jpg

O Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, vai abordar em Braga, no âmbito de uma conferência sobre o Portugal 2020 que se realizará no Hotel Bom Jesus, na próxima 2ª feira, dia 20, às 21h30, as principais novidades referentes ao processo de abertura de candidaturas ao quadro de apoios comunitários que se avizinha.

Na conferência 'Portugal 2020 - Desafios para o Futuro', uma iniciativa organizada em conjunto pela consultora GTI, Universidade Católica de Braga e Hotéis Bom Jesus, serão ainda analisados diversos apoios e iniciativas que o Portugal 2020 configura, com vista ao desenvolvimento sustentável de empresas, autarquias e organizações da Economia Social.

A Conferência será transmitida online, mediante inscrição (gratuita) através do endereço http://www.gti.pt.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:49

Pág. 1/4




Like box


Mais sobre mim

foto do autor




calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


subscrever feeds