Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cartaz.jpg

 

Ministro do Ambiente, autarcas do Quadrilátero Urbano, administrador da Bosch e reitor previstos na abertura

 

A Escola de Engenharia da Universidade do Minho (EEUM) organiza de 22 a 27 de janeiro, no campus de Azurém, em Guimarães, a 11ª edição da Semana da Escola de Engenharia. A iniciativa tem o tema “Engenharia 2020” e celebra o contributo da Engenharia para o futuro do país, a inovação, a empregabilidade e o desenvolvimento e sustentabilidade regionais.

 

O programa começa na quinta-feira, às 15h00, no auditório nobre do campus, com a sessão solene do 40º aniversário da EEUM, a qual inclui o debate “Engenharia: crescimento e desafios para as regiões”. O painel prevê a participação do ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, dos presidentes dos municípios do Quadrilátero Urbano – Miguel Gomes (Barcelos), Ricardo Rio (Braga), Paulo Cunha (Famalicão), Domingos Bragança (Guimarães) –, bem como do administrador da Bosch Car Multimedia Portugal, Sven Ost, e do reitor da UMinho, António M. Cunha. A moderação cabe ao jornalista Carlos Daniel, da RTP.

 

A Semana da Escola de Engenharia dedica o dia seguinte (sexta-feira) ao emprego, estando confirmadas 30 empresas em stands e workshops. No sábado, às 9h30, o auditório nobre acolhe a cerimónia de entrega de diplomas e prémios e cerimónia de graduação. Já na segunda-feira, às 18h30, decorre uma sessão de esclarecimento para pais e orientadores vocacionais. Por fim, na terça-feira prevê-se um dia repleto de atividades para as escolas secundárias, sob o mote “O que faz falta é engenheirar a malta!”. Esta Semana é o principal evento de divulgação da EEUM junto da comunidade académica, do ensino secundário e do público em geral.

 

A EEUM desafia a sociedade civil a repensar o papel da engenharia, reconhecendo os desafios e também o potencial futuro, com foco na inovação e desenvolvimento das regiões menos centrais como principal catalisador da retoma económica e da modernização do tecido empresarial. A EEUM abre o debate sobre as implicações da redução de candidatos aos cursos superiores na área das engenharias, o seu papel premente na rede científica e tecnológica nacional, com impacto direto na indústria e na economia, enquanto revê e celebra o percurso de 40 anos de uma Escola de Engenharia de topo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:57



Like box


Mais sobre mim

foto do autor




calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D